Começando uma nova série aqui no Universo IA: “A história da Inteligência Artificial”. Vamos percorrer os caminhos dessa área que desde seu nascimento vem causando euforia, entusiasmo, espanto, medo e até mesmo decepção em muitas pessoas.

Comecemos essa história com a origem do termo “Inteligência Artificial”!

https://i2.wp.com/www.thebluediamondgallery.com/tablet/images/artificial-intelligence.jpg

Tudo começou em um seminário em Dartmouth. Alguns anos após receber o seu PhD, em 1951, John McCarthy estava trabalhando em Dartmouth College e convenceu três amigos, Marvin Minsky, Nathaniel Rochester e Claude Shannon a trabalharem juntos na ideia de reunir pesquisadores americanos interessados em teoria de autômatos, redes neurais e estudo da inteligência. Propuseram então um seminário a ser realizado no verão de 1956. Em agosto de 1955 eles escreveram a proposta do seminário, cuja primeira linha entrou para a história:

Propomos que um estudo de dois meses e dez homens sobre inteligência artificial seja realizado durante o verão de 1956 no Dartmouth College em Hanover, New Hampshire. A Proposal for the Dartmouth summer research project on artificial intelligence, 1955.

Embora a proposta do projeto tenha sido feita em conjunto pelos quatro (John McCarthy, Marvin Minsky, Nathaniel Rochester e Claude Shannon), é geralmente atribuído a McCarthy o feito de ter cunhado o termo “inteligência artificial”.

Você conhecia a origem do termo? Deixe seu comentário!

Veja também a continuação desta série no post “A história da Inteligência Artificial: primeiros passos“.

Até mais, e obrigado pelos peixes!