Como a Netflix usa Inteligência Artificial para manter você conectado

Você entra na Netflix e esquece completamente do mundo ao seu redor. Você começa assistindo a um filme, quando ele termina já escolhe outro da lista de recomendações do aplicativo, em seguida já aparece uma lista de filmes com seu ator ou gênero favorito e quando você percebe, já passou o dia inteiro numa maratona. Terminou de maratonar uma série? Já tem outra aparecendo na tela, que com certeza você não vai resistir em iniciar… Você já se perguntou como a Netflix faz isso? Como ela sabe exatamente quais filmes e séries ela deve recomendar para nos mater o máximo de tempo conectados? Como ela sabe do que nós vamos ou não gostar?

A resposta para isso você pode encontrar no episódio 60 do The IA Podcast da NVIDIA. O convidado da vez foi Justin Basilico, diretor de engenharia e pesquisa da Netflix.

Embora a Netflix tenha diversos atrativos competitivos contra TV tradicional, como, por exemplo, trabalhar com conteúdo sob demanda e não ter comerciais, é preciso mais do que isso para se manter a frente no mercado, e é usando deep learning que ela mantém clientes como nós. Segundo Basilico, eles perceberam por meio de experiências internas na empresa que era possível aplicar deep learning aos problemas tradicionais de sistemas de recomendação.

Resumidamente, um sistema de recomendação consiste na utilização de um conjunto de dados (gêneros de filmes e séries assistidos, tempo gasto, dispositivo utilizado, país de origem, sexo, idade, dados de outros usuários parecidos com você, etc) para prever qual atração você gostaria de assistir em seguida, quanto maior a acurácia dessa previsão, maior a chance de você clicar nessa recomendação e assisti-la. Por que tanta determinação em manter os assinantes conectados? Bem, segundo o próprio Basilico, a North Star da Netflix, ou seja, seu maior objetivo, é fazer com que as pessoas mantenham a assinatura do serviço, por tanto, se você para de assistir e perde o interesse nos conteúdos que são recomendados para você, então, por que continuar pagando? Por tanto, determinar qual as melhores recomendações para o perfil individual de cada um de seus assinantes é essencial para o negócio.

Confira o podcast na íntegra:

Você quer trabalhar na Netflix? Então comece a aprender deep learning, pois segundo Basilico, nos próximos anos ele acredita que a personalização das recomendações desempenhará um papel ainda maior para a Netflix e seus assinantes. Você também pode acompanhar o Netflix Tech Blog e ficar por dentro das novidades tecnológicas da empresa.

Gostou do podcast? Tem alguma sugestão de material de estudo para deep learning? Deixe nos comentários!

Até mais, e obrigado pelos peixes!

 

Publicado por

priscyllamss

Priscylla Silva is a teacher at the Federal Institute of Alagoas (IFAL), Brazil. She obtained her BSc degree in computer science from the Federal University of Alagoas (UFAL), Brazil. Later, she received her Master degree in Computer Science from the Federal University of Campina Grande (UFCG), Brazil. Her research interests include User Modelling, Recommender Systems, Machine Learning, Intelligent Tutoring Systems, Robotics, Internet of Things, and Internet Governance.

Um comentário sobre “Como a Netflix usa Inteligência Artificial para manter você conectado”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s